Boas-vindas à maior loja de fardas on-line do Brasil!
Carrinho 0

A origem do Kilt

Chamar o KILT de SAIA é uma das coisas que não se deve fazer, ainda mais se você estiver na Escócia.

Segundo a história, o Kilt surgiu para os escoceses no final do século 14 (vindo do povo gaélico, Irlanda), e servia para proteção contra o frio e umidade, especialmente nas Highlands (terras altas).

A peça, no início, era diferente do que conhecemos hoje em dia. Quando surgiu, a peça consistia em uma pedaço de pano preso ao corpo, como uma espécie de manto.

Kilt, na antiga língua falada pelos escoceses, significa “prender uma roupa no corpo”.

Na Escócia os Kilt’s tem geralmente as cores xadrez, e essa é outra curiosidade interessante. O xadrez presente em alguns Kilt’s tinham cores diferentes para dividir os clãs, onde cada clã adotava uma cor para o seu “time”.

Durante aproximadamente 36 anos o Kilt foi proibido de ser usado na região das Highlands. Essa foi uma das formas que os Cumberland (que venceram os Jacobitas na Batalha de Cullooden) encontraram para apagar aos poucos uma parte da cultura local. Por isso a importância do Kilt para os escoceses como um símbolo de identidade.

O formato atual da peça é uma criação escocesa e só a partir do século 18 começou a ser usada, sendo no século seguinte colocada como simbolo de identidade nacional.

Existem tipos distintos de Kilt’s e eles carregam uma parte da história escocesa.

Hoje, a maioria das pessoas escocesas considera os kilts como roupas formais ou roupas nacionais. Embora ainda existam algumas pessoas que usam um kilt diariamente, ele geralmente é de propriedade ou escolhido para ser usado em casamentos ou outras ocasiões formais e pode ser usado por qualquer pessoa, independentemente da nacionalidade ou descendência. Para o uso semi-formal, os kilts costumam ser usados ​​com um Prince Charlie ou uma jaqueta Argyll. (Os fornecedores comerciais já produziram jaquetas equivalentes com estilo temático irlandês e galês.) Formal é gravata branca e requer um Doublet de regulamento ou superior.

Kilts também são usados ​​para desfiles por grupos como a Boys' Brigade e Escoteiros, e em muitos lugares os kilts são vistos em vigor nos campeonatos de pipe band e no Highland games, além de serem usados ​​em danças escocesas e ceilidhs.

Certos regimentos/unidades do Exército Britânico e exércitos de outras nações da Commonwealth (incluindo Austrália, Canadá, Nova Zelândia e África do Sul) com uma linhagem escocesa ou herança ainda continuam a usar kilts como parte do uniforme vestido ou dever, embora não tenham sido usado em combate desde 1940. Uniformes em que são usados ​​kilts incluem vestido cerimonial, vestido de serviço e vestido de quartel. Kilts são considerados apropriados para desfiles cerimoniais, deveres de escritório, desfiles menos formais, sair de casa, jantares informais e aulas ou aulas práticas. Kilts cerimoniais também foram desenvolvidos para o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, e para as bandas de tambores e flautas da Academia Militar dos EUA, da Academia Naval dos EUA e da Universidade de Norwich - o Colégio Militar de Vermont.

O Kilt da casa Outdoor é produzido para garantir uma maior liberdade de movimentos. Elaborado dentro de padrões europeus, chegou no Brasil agradando os "guerreiros" do Airsoft mais exigentes. Agressividade, e ousadia... são palavras que vem a mente quando vemos um kilt em ação.

Possui dois bolsos laterais tipo cargo com capacidade acima de um litro cada. Estes bolsos são destacáveis.

Fechamento da cintura em velcro para lhe permitir um melhor ajuste. Vários botões de pressão que permitirá mais conforto e segurança.

 

Fonte: geoescocia.com

wikipedia.org

 

Adquira seu kilt Casa Outdoor clicando aqui.



Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário